Paulo S. X. de Oliveira

Membro há

1 ano 9 meses
E-mail
olivp@unicamp.br
Foto
Paulo Oliveira
Resumo

formou-se em Letras e Lingüística (Neolatinas e Germânicas), com graduação/mestrado pela Georg-August-Universität Göttingen / Alemanha (1984), com dissertação sobre Análise do Filme. Por vários anos, esteve afastado do meio acadêmico, trabalhando como professor de idiomas (alemão, inglês, francês e português para estrangeiros) em cursos livres e como autônomo. A partir de 1987, passou a trabalhar também como tradutor e sobretudo intérprete, notadamente nas áreas de Cinema, Fotografia e Vídeo. Retomou seus estudos em 1993, tendo finalizado o doutorado em Lingüística Aplicada à Tradução em 1999, pela Universidade Estadual de Campinas. É Docente do Centro de Ensino de Línguas da Universidade Estadual de Campinas (CEL/Unicamp) desde 1988, onde já foi Diretor Associado (1990-92) e Diretor (2000-2002 / 2002-2004). Foi Presidente da Associação Brasileira de Associações de Professores de Alemão (ABRAPA: 1993-97) e responsável pela revista Projekt (1994-98). Organizou o III Congresso Brasileiro de Professores de Alemão (1996) e o I Colóquio sobre Ensino de Línguas (em contexto universitário) em 2004. Participou ativamente da organização várias edições dos Colóquios Wittgenstein no IFCH/Unicamp, inclusive como membro das comissões científica e/ou organizadora (edições 2008, 2009, 2011). Organizou, com Alois Pichler (Arquivos Wittgenstein), o seminário internacional "Wittgenstein on/in translation", no Departamento de Filosofia da Universidade de Bergen/Noruega (2017). Recebeu bolsas de estudo da Fundação Friedrich-Ebert (Göttingen, 1981-84) e do programa de curta duração CAPES/DAAD (Leipzig e Göttingen, na Alemanha, 1996-7); fez estágios de pesquisa de pós-doutorado junto aos Institutos de Filosofia da Universidade de Graz (Áustria, 2005, com bolsa FAPESP) e da Universidade Técnica de Berlin (2015). Desenvolve pesquisas nas áreas de Ensino de Línguas (Autonomia do Aprendiz, Ensino a Distância, Produção de Material Didático), Tradução e Interpretação (foco em Literatura, Cinema e Televisão) e Filosofia da Linguagem. No CNPq, é membro dos Grupos de Pesquisa "Filosofia da Linguagem e do Conhecimento", "MultiTrad - Abordagens Multidisciplinares da Tradução" e "Estética, Subjetividade, Cultura, Educação" (2º líder). É membro da Associação Paulista de Professores de Alemão e da Associação Brasileira de Germanística (ABEG), atuando no programa de pós-graduação (Mestrado) da Área de Língua e Literatura Alemã da USP desde 2014, sendo membro do quadro permanente desde 2017. Tem expressiva participação em eventos científicos (nacionais e internacionais) e publica regularmente nas áreas em que atua. Trabalha atualmente sobretudo na fundamentação de uma "Epistemologia do Traduzir", de inspiração wittgensteiniana, e na produção de materiais didáticos para o ensino de alemão em contextos universitários no Brasil. Foi diretor da Associação de Docentes da Unicamp (ADunicamp) por três mandatos (2012-2018).